dicas
02-out-2014
Lista de convidados para o casamento: como elaborar?
Para muitos casais, a temida lista de convidados é a etapa mais difícil nos preparativos para o casamento. Buscamos algumas dicas para você equilibrar o orçamento e o número de convidados e passar por essa etapa sem sofrer (muito).

Um primo distante, um colega de trabalho com o qual não se tem muito contato, um vizinho com quem você troca meia dúzia de palavras. É preciso convidar todas essas pessoas para o casamento? Seria indelicado deixá-las de fora?

Elaborar a lista de convidados é sempre uma tarefa complicada para os noivos. Afinal, além das próprias dúvidas, eles precisam lidar com a interferência dos pais e parentes, que adoram opinar sobre quem deve ou não comparecer.

É claro que você não gostaria de ser indelicado, mas a principal dica nessa hora é encarar o orçamento de peito aberto e entender qual é a realidade financeira do casal. Ao invés de “fugir” da lista, lide com ela logo no começo. O número de convidados vai influenciar diretamente no local da festa e no tipo de recepção que será oferecida.

A lista
Os noivos devem elaborar a lista juntos, assim evitam que ela ultrapasse o orçamento. Comece a defini-la pelas pessoas mais próximas, aquelas que participam de perto e dividem as conquistas com vocês. Depois, insira os parentes e colegas mais distantes. Para não se esquecer de ninguém, vale aquela dica de pensar na árvore genealógica, começando pelos bisavós e seguindo pelos avós, tios, primos e, por fim, amigos. Não convide ninguém por obrigação.

Como as pessoas não gostam de ir à festa sozinhas, o ideal é encaminhar dois convites, mesmo que o convidado seja solteiro. Se a situação financeira não permitir, é importante explicar os motivos para o convite individual, mas sempre haverá a chance de a pessoa não sentir-se bem em ir ao evento. Nos casos em que o convidado solteiro é amigo de outras pessoas que estarão na festa, não há problemas em enviar um único convite.

Na hora de “cortar” alguém, deve pesar o critério de proximidade com os noivos. Se nos meses mais próximos do casamento, a situação financeira do casal melhorar, aqueles que ficaram fora podem ser inseridos na lista. 

Quando os pais interferirem demais, é hora de dizer não. É educado deixar que eles convidem alguns de seus amigos, mas não cabe a eles decidir quem estará ou não na festa. Ainda que eles sejam os responsáveis financeiros pela festa, é preciso deixar claro desde o começo que os noivos precisam ficar à vontade para decidir quem irá ao seu casamento.

No trabalho
Se você não pretende convidar muitas pessoas do trabalho, o melhor é não falar sobre o assunto lá. Já para aquelas pessoas que serão convidadas, o ideal é entregar o convite fora do expediente, assim você evita que outros fiquem sabendo e sintam-se chateados.

Para os pedidos indelicados, como o de um amigo que está saindo com uma garota e gostaria de levá-la ao casamento, a dica é explicar que vocês ficariam felizes com a presença dela, mas que o orçamento está apertado e é necessário manterem-se fieis à lista elaborada desde o começo.

CADASTRE-SE
PARA RECEBER NOVIDADES
ENVIAR
CONTATO
contato@casaterrana.com.br
(19) 3468-3673 | (19)98429-1718

Rua Luiz Gonzaga Contatto, 294
Jardim América | Americana-SP
Desenvolvido por
|
sites • lojas virtuais • sistemas
CONTATO
contato@casaterrana.com.br
(19) 3468-3673

Rua Luiz Gonzaga Contatto, 294
Jardim América
Americana/SP
CADASTRE-SE PARA RECEBER NOVIDADES
ENVIAR
Desenvolvido por
|
sites • lojas virtuais • sistemas